Saiba tudo sobre a Toxina Botulínica e Preenchimento.

Muitas pacientes fazem a seguinte pergunta para mim: “Doutora, com que idade eu devo começar a fazer procedimentos estéticos?”.

Bom, se a paciente está no consultório, é porque algo está incomodando e ela está em busca de uma estratégia ou um planejamento para tratar desse incômodo.

Você tem que estar com uma pele bonita, vistosa, sem rugas ou algo a mais incomodando, deve ser realizada todo um planejamento para cada caso. Nesse momento,eu devolvo a pergunta: “Mas o que te incomoda?”

A partir dessa pergunta, é realizada toda uma estratégia para cada paciente com seus respectivos incômodos. Um diferencial, está no fato de quando o paciente tem uma boa rotina, já é metade do caminho andado.

Diversas vezes, pacientes jovens e novas chegam no consultório querendo realizar botox e preenchimento, em áreas que nem sempre precisam desse tipo de abordagem.

Os dois procedimentos principais que você precisa começar a entender a diferença nas estratégias e planejamentos dos tratamentos, são: A toxina botulínica e o preenchimento.

3 principais indicações para a toxina botulínica (botox).

Linhas e rugas expressão na testa, entre as sobrancelhas e por último, os famosos “Pés de galinha” nos olhos. A toxina botulínica trabalha com a paralisia muscular, e por consequência, evita os movimentos da regiões mais acometidas pelas linhas de expressão.

É um procedimento com caráter preventivo também, e pode ser utilizado em uma idade mais jovem. Caso as linhas já estão presentes, será mais difícil de trabalhar, porém, também pode ser melhorado e tratado.

Menos, é mais, quando falamos sobre a toxina botulínica. Fazer a aplicação de botox em certo pontos onde não são necessários uma paralisia do músculo, pode acabar tornando a sua face artificial e sem expressão.

Quando devemos realizar um preenchimento?

O preenchimento é um gel de ácido hialurônico que é aplicado em locais, onde falta volume. Por exemplo, uma paciente que tem a área dos olhos com um aprofundamento muito grande ou sulcos mais proeminentes, pode recorrer a esse tratamento.

Agora que você a diferença entre os dois, busque o tratamento ideal!

Os dois principais carros-chefes dos procedimentos. A toxina botulínica e o preenchimento.

Saber diferenciar, pode lhe dar a oportunidade de começar a pensar sobre onde e como corrigir os seus problemas; E o mais importante, saber como tratar o que mais te incomoda. Essa é a hora certa de começar a tratar, quando você não está se sentindo bem consigo mesmo.

Saiba sobre a arte da harmonização facial também! Clique aqui para conhecer essa associação de técnicas que rejuvenescem a sua pele.

 

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Quais a principais diferenças entre toxina botulínica e preenchimento?

Você tem suor em excesso?

Um dos problemas mais comuns e que acomete muitas pessoas principalmente na época do verão, é a hiperidrose, ou seja o suor em excesso.

O que mais incomoda em relação à hiperidrose é o fato de a pessoa colocar uma roupa clara, seja para uma entrevista ou encontro, e acabar ficando bem marcada aquela pizza embaixo do braço, e isso não é nada agradável.

Até mesmo profissionais que usam luvas no trabalho, que começam a transpirar muito na região das mãos, ou pessoas que suam muito na testa, o que atrapalha principalmente as mulheres na hora de colocar uma maquiagem.

Tratamento para hiperidrose

Em pacientes no qual a hiperidrose está no início, utilizamos tratamentos conservadores, como alguns antitranspirantes mais potentes, porém isso nem sempre ajuda todas as pessoas que sofrem, e algumas estão em estágios mais avançados.

Nos casos mais extremos costumo indicar a toxina botulínica, principalmente na época do verão. Realizando nessa época você obtém o auge de funcionalidade da toxina.

A toxina botulínica bloqueia a liberação das glândulas de suor, melhorando e perdurando um resultado que pode durar várias épocas do ano, desse modo a sua qualidade de vida melhora muito. Temos vários casos em que os pacientes até param de utilizar o antitranspirante.

É um tratamento cômodo, com uma anestesia rápida e que não causa nenhum trauma ou incômodo maior à pele, sendo uma solução simples e com um procedimento muito bom, que chega a durar perto de um ano.

Comece o tratamento o quanto antes!

Essa opção de tratamento é uma indicação minha para essa época do ano, porque desse modo você consegue evitar ao máximo qualquer tipo de constrangimento relacionado a esse problema com o suor.

Você tem algum problema com a acne também? Clique aqui para conhecer o tratamento!

Dr. Rafael Marques

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Suor em excesso? Conheça os tratamentos indicados!